Artigos

Acompanhe aqui a produção científica de artigos escritos por nossos profissionais.
Nestes artigos você encontra informações relevantes acerca da ciência psicológica.
Leia, são conteúdos que podem lhe ajudar!



Autor do artigo

MAÍSA OLIVEIRA COSTA FERREIRA - CRP 23/1167


Publicado dia 30/07/2018

Distúrbios Alimentares: Bulimia, Anorexia e Obesidade

Hoje em dia muito se fala em alimentação saudável, prática de exercícios físicos e como ter o corpo desejável em apenas 30 dias. Variadas dietas, treinos para fortalecimento corporal, diuréticos, chás para emagrecer, dentre outros. Mas pouco ainda tem se falado em comportamento alimentar; O que, como e porque se come?


Referências alimentares, significação simbólica dos alimentos, hábitos culinários, comportamento alimentar, influências familiares, culturais e religiosas na prática de alimentação, dentre outros, são fatores importantes a serem investigados quando se diz respeito aos hábitos alimentares, principalmente quando estes se tornam excessivos e/ou restritivos.

Os Transtornos Alimentares, por sua vez, estão se tornando um diagnóstico cada vez mais frequente nos dias atuais, não porque antes não existiam tais transtornos, mas sim pelo fato do maior conhecimento médico e psicológico sobre essas psicopatologias.


Os Transtornos Alimentares de maneira geral apresentam suas primeiras manifestações na infância e adolescência. Esse aumento significativo de patologias alimentares está relacionado ao modo como o sistema funciona, ou seja, o contexto sociocultural interfere de modo significativo no que se refere a imagem e ao culto do corpo, sendo por muitas vezes supervalorizadas, com padrões estéticos específicos, que são trazidos através do mundo da moda, da televisão e do cinema, tornando cada vez mais alto o culto ao corpo em detrimento de outros aspectos.


Os transtornos que mais se destacam são: a anorexia, a bulimia nervosa e a obesidade. Os primeiros são considerados como desvios de comportamento alimentar e tem como características principais alterações do apetite e perturbações da imagem corporal e quanto a obesidade, pode-se apresentar graus variados e ainda não possui clara definição, devido a uma dificuldade em estabelecer classificações precisas entre indivíduos obesos e não-obesos, porém, apresenta alteração corporal, que tem a ver com a representação corporal associada ao comportamento alimentar; podendo ser uma tendência natural para o peso excessivo, facilitada por aspectos como: cultura, comportamento e estilo de vida.


A intervenção médica, psicológica e nutricional se faz imprescindível nos casos desses transtornos, para que o tratamento ocorra com melhor eficácia. No que concerne aos pacientes que possuem características desses transtornos, faz-se necessário mudanças de hábitos alimentares, o que é uma das causas de maior desistência dos tratamentos, quando estes não estão associados a uma mudança de mentalidade, pois, para que se tenha um corpo saudável é preciso, antes disso, que se tenha uma Mente Magra.


FERNANDES, Maria Helena. Transtornos Alimentares: Anorexia e Bulimia. São Paulo. Casa do Psicólogo, 2012. – Coleção Clínica Psicanalítica.
BUSSE, Salvador de Rosis (ORG). Anorexia, Bulimia e Obesidade. Barueri – SP: Malone, 2004.


Maísa Oliveira Costa Ferreira
Psicóloga Clínica CRP23/1167 e Coach de Emagrecimento Consciente (Instituto Helf Coach)



Copyright © 2017 - Clínica Psicocenter. Todos os direitos reservados
Termos de Uso